sexta-feira, 16 de março de 2018

Uma aventura eletrizante nas estradas

Arquiteto e diretor de associação de donos de carros elétricos embarca em viagem de Brasília a Florianópolis em veículo movido a eletricidade para mostrar a viabilidade da energia limpa.


Uma realidade na Europa, o carro elétrico ainda derrapa para se popularizar no Brasil. Um dos motivos é a falta de infraestrutura para a fonte de energia limpa, uma vez que os automóveis que a utilizam necessitam de pontos de recarga que nem sempre estão disponíveis com facilidade. Nas rodovias, então, são mais escassos ainda.

Mas isso não é barreira para o arquiteto Rogério Markievicz sair de Brasília e ir até Florianópolis (SC) a bordo do seu carro elétrico. A aventura tem início neste dia 14 de março, quando Markievicz dá início à sua jornada de 1.720 km de ida, mais a mesma distância de volta. O retorno está agendado para o dia 20.

“A decisão de realizar essa viagem foi aproveitando o encontro de entusiastas de veículos elétricos que acontecerá dia 17 na cidade de Palhoça (vizinha a Florianópolis), divulgar a dificuldade e os desafios de viajar com um carro elétrico nas estradas brasileiras”, relata o arquiteto, que também é diretor regional da Associação Brasileira de Proprietários de Veículos Elétricos e Inovadores (Abravei). A entidade reúne entusiastas do assunto em vários estados do País.


Um grande aliado dessa aventura, além da experiência em viagens de membros da associação, é um aplicativo de celular que mostra os postos de recarga para veículos elétricos em todo o mundo. Além da localização, o dispositivo também exibe fotos, características e tipo de acesso (público ou privado). “Uma viagem que seria apenas cansativa, pela distância, se torna um enorme desfio de logística atrás de tomadas elétricas e os poucos postos de recarga”, adianta Markievicz.

Em uma semana em que os veículos elétricos são as atrações no Salão de Genebra, que termina no próximo dia 18, e em diversas matérias na mídia nacional, a viagem também tem como objetivo desmitificar crenças sobre carros elétricos.
“Carros sem emissão de poluentes são a única opção para o planeta. As marcas têm investido nessa alternativa e o meio ambiente não pode mais esperar”, adverte Rogério.

Tanto a odisseia quanto a ilíada do presidente da Abravei serão documentadas e transmitidas via Instagram, no perfil @meucarroeletrico. Quem tiver interesse poderá seguir e ver vários momentos dessa aventura, que totalizará mais de 3,5 mil km a bordo do carro elétrico de Markievicz. O veículo dele dispõe de um pequeno tanque de combustível que movimenta um gerador, para alimentar o motor que impulsiona o modelo, cem por cento movido a eletricidade.