sexta-feira, 24 de junho de 2016

Conforto e personalização: automação residencial em destaque no mercado

Projetos personalizados, que garantem mais conforto, comodidade e segurança às residências brasilienses, se destacam mais a cada dia nos projetos da Capital. Profissionais da cidade confirmam, com propostas modernas e diferenciadas, que a automação chegou para ficar e proporcionar bons momentos, contribuindo para o bom aproveitamento de espaços e ainda para o bem estar dos usuários.

O conforto é apenas um dos quesitos oferecidos pela automação residencial. Em evidência, os modernos sistemas que comandam luz e som nas residências brasilienses se destacam também por seu caráter de segurança, afinal, ter a facilidade de controlar, mesmo que de longe, o acesso aos ambientes de uma casa é, atualmente, uma tranquilidade que merece o investimento.

Segundo 
Gislaine Garonce, arquiteta da cidade, “em qualquer projeto é de extrema importância perceber quais as necessidades e o que o cliente quer”. Após uma análise de preferências e possibilidades é que o arquiteto poderá definir quais são as escolhas ideais para cada ambiente.

Outro detalhe importante é firmar parcerias com especialistas no assunto, que poderão definir, de acordo com o projeto de interiores e arquitetura, quais deverão ser os equipamentos certos para atender as necessidades, sistemas de home theater, high-end e sonorização ambiente, entre dos mais diversos espaços.
Arthur Otávio Cordóva, especialista no assunto e proprietário da Arte em Cinema, lembra que um sistema de automação, quando bem planejado e instalado, pode influenciar de forma positiva não apenas o sistema de áudio e vídeo, mas também em todos os equipamentos da casa. “Os serviços interligados garantem todo o conforto, beleza e equilíbrio no ambiente. Tudo é executado após amplo estudo técnico de viabilidade do projeto até a manutenção dos sistemas, passando pelo gerenciamento da obra, instalações técnicas e programação. A ideia é ganhar cores, formas, sons e recursos de alta tecnologia para o aproveitamento total dos espaços”, explica.

Nenhum comentário: