quinta-feira, 28 de abril de 2016

Sashimi é alternativa para refeição pós-treino

Comer mais peixes contribui para a melhora dos hábitos alimentares e, como consequência, da saúde
Atletas precisam de uma dieta rica em proteínas para construir e reparar os músculos. A opção mais comum no dia a dia é o frango, o que pode tornar a dieta monótona e sem sabor.

Entretanto, é possível conciliar a nutrição saudável, o bem-estar e o prazer de comer bem. Uma ótima alternativa para uma refeição apropriada no pós-treino, segundo nutricionistas, está na ponta do hashi: o sashimi.

O restaurante 
Nazo Sushi Bar conta com um cardápio selecionado de sashimis para agradar ao paladar sem sair da dieta. E para os que não são apreciadores da versão crua, a casa oferece preparos finalizados com maçarico, que garante um sabor único ao pescado.

Os pratos de sashimis contam com as opções de peixe branco (R$19), salmão (R$19) e atum (R$22). São cinco peças por porção. Dentre os maçaricados, que são especiais da casa, estão o Anchova Nazo (R$28,90), fatias do peixe acompanhadas de molho tarê, e o Sakura (R$29), salmão e peixe branco em forma de flor com pimenta dedo de moça. São dez peças por porção.

O salmão e o atum são ricas fontes de ômega 3 e gorduras boas. “Essas são gorduras com características anti-inflamatórias, que previnem o acúmulo da gordura abdominal e possibilitam uma maior flexibilidade dos vasos sanguíneos reduzindo as chances de doenças cardiovasculares”, explica a nutricionista da Aliança Instituto de Oncologia, Gabryella Batista. “Entretanto, para aqueles que estão de olho no peso, a melhor opção são os peixes brancos, como anchova e robalo, por conter baixo teor de gordura”, acrescenta.

Importantes fontes de ferro, vitaminas A, D e B12, além de cálcio, fósforo, cobre, selênio, o peixe é uma das mais completas fontes de proteína, e tem também uma alta digestibilidade, quando comparados com outras carnes e o leite.

Nenhum comentário: