terça-feira, 19 de abril de 2016

A marca mineira de festa Kalandra, se inspirou no Palácio dos Ventos na Índia, para sua coleção Verão 2017.

O mistério, a imponência e a singularidade do Palácio dos Ventos, na Índia, serviram de inspiração para a coleção verão 2017 da grife mineira Kalandra. Conhecido também como Palácio Rosa, o monumento traz o contraste do majestoso com o delicado.

Por traz da sua grandiosidade, a história de sua criação revela um marajá que optou por sua construção para que suas esposas não saíssem para rua e pudessem observar o movimento sem que as pessoas de fora as percebesse. Os percalços de ser mulher nesse contexto e os inúmeros desafios que elas enfrentam diariamente no cenário atual serviram de fio condutor do olhar criativo da equipe Kalandra. Em busca desse contraponto a marca propõe uma reflexão da figura feminina que ganha interpretações nas peças pensadas com extremo cuidado para elas, levando em consideração seu papel social.

O clima da temporada é revelado por meio das cores e bordados. Entre os destaques da estação está a linha luxo com modelos exclusivos e modelagem sofisticada. Os minimal dresses seguem com shapes limpos e bem recortados. Rendas, tecidos planos, tinturas em degradê, aplicações e pedrarias passeiam por toda a coleção.

Na cartela de cores sobressaem o azul pétala, verde esmeralda, dourado, pink e o eterno preto. O nude e off white trazem suavidade para a paleta. Muito popular no país, a flor de lótus surge traduzidas em laser nos luxuosos tecidos. Os decotes em colunas e a riqueza do ouro nos detalhes de cada peça são registros da emblemática construção. Os vestidos com modelagem ampla e ajustadas ao corpo ganham a estação mais vibrante do ano.