quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Empresário brasiliense visita gigantes do segmento de automação em NY

O empresário Arthur Otávio Córdova, proprietário da Arte em Cinema, empresa especializada em integração de sistemas, desenvolvimento e instalação de projetos de automação, visita este mês duas das maiores representantes do segmento de áudio e vídeo no mundo: as empresas Crestron® e Savant®. Na viagem, com duração de nove dias, o empresário pretende aprimorar os seus conhecimentos na área e conferir de perto os principais lançamentos e tendências do mercado para 2016.

As duas marcas, conhecidas mundialmente por sua qualidade e inovação, estão no hall de empresas representadas pela Arte em Cinema em Brasília. A empresa é filiada à CEDIA – a mais conceituada associação internacional para profissionais de tecnologia, projetos de sistemas e instalações. A grife brasiliense é presença certa nas maiores mostras da cidade, onde apresenta alta tecnologia e modernidade aliadas a projetos inovadores e diferenciados.

De acordo com Arthur Otávio, o desenvolvimento de um projeto de automação e integração de sistemas é uma importante etapa em uma proposta, seja ela residencial ou comercial, o que exige um estudo técnico aprimorado de possibilidades e tecnologias. “Cada detalhe do projeto é estudado com muito cuidado com o intuito de buscar a melhor viabilidade técnica”, revela o empresário, que oferece ainda, gerenciamento da obra, instalação técnica e programação de sistemas para que os ambientes ganhem cores, formas, sons e recursos de alta tecnologia para o perfeito aproveitamento dos espaços e das soluções apresentadas.

Arte em Cinema

Com forte atuação no mercado brasiliense e uma equipe composta por 30 colaboradores qualificados, a Arte em Cinema assume na cidade, há mais de dez anos, o compromisso de levar para residências, salas de conferência e edifícios soluções que permitem o controle de ambientes a partir da praticidade de um toque. Os serviços e soluções, de acordo com especialistas, garantem conforto, equilíbrio ambiental e aproveitamento de recursos para assegurar aos usuários maior confiabilidade dos seus sistemas e ainda muita segurança.