segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Como aprender uma língua em 30 dias com o método Aprendizado Acelerado

Por: Paulo Ribeiro, Especialista em Aprendizado e autor do livro "Os 7 Pilares do Aprendizado: Usando a Ciência Para Aprender Mais e Melhor" 

Nunca gostei – ou soube – falar em Espanhol. Sempre achei que poderia falar em “portunhol” e me comunicar com as pessoas que falavam a outra língua, porém, me enganei. Devido a exigências da profissão, fui testado e percebi que essa “técnica” do portunhol não funciona, e então, decidi aprender Espanhol por conta própria, utilizando um criado por mim mesmo – e decido compartilhá-lo com vocês porque percebo que ele funcionou.

Chamo-o do método Aprendizado Acelerado. Usei para aprender espanhol, mas ele pode ser utilizado para qualquer outra língua. Em 30 dias consegui cumprir o que eu havia desafiado a mim mesmo: aprender o novo idioma. Parece impossível? Não se você possui as ferramentas certas.

O método de Aprendizado Acelerado propõe que você aprenda da forma mais rápida e eficiente possível. Sei que pode parecer uma farsa, mas quando você vê alguém aprender uma arte japonesa antiga de arco e flecha em cinco dias (Tim Ferris), fazer windsurf com vinte horas de prática (Josh Kauffman) ou ficar entre os quatro melhores do mundo em tango (Tim Ferris) com pouco tempo de preparação, você começa a se perguntar se é farsa mesmo ou se funciona.

Mostro para você um passo a passo simplificado de como eu usei as técnicas do Aprendizado Acelerado para enfrentar esse desafio.

Para começar, eu precisei ter três coisas em mente: definir problema e solução, colocar a mentalidade no lugar e entender meu objetivo. Eu me perguntei “o que estou tentando alcançar e como vou saber se alcancei?”.

Seres humanos não são automaticamente estratégicos, por isso, se você faz as coisas do modo “natural”, a tendência é falhar. É preciso seguir uma estrutura previamente pensada e desenvolvida para evitar desgaste.

Um erro comum é não definir a linha de chegada, deixando a meta abstrata e dificultando o acompanhamento do progresso. Você precisa saber claramente para onde está indo, definir um plano e passos a seguir, de modo a ser capaz de ajustar velocidade e direção ao longo do caminho.

Em meu caso, eu queria ser capaz de me comunicar em espanhol. Uma vez que sabia exatamente o que queria e estava com a mentalidade no lugar, procurei o máximo de informações a respeito da língua espanhola, principalmente colocando em comparação com o português e com o inglês, as duas línguas que domino.

Depois de ter uma ideia geral de como o idioma é construído, chegou a hora de fazer uma análise e escolher o que estudar primeiro com base na importância do tema e na frequência de uso. Chamo esse passo de “desconstrução”. É aqui que você seleciona e ordena as habilidades que quer adquirir. Você “quebra” a habilidade em pequenas partes, seleciona as mais importantes e escolhe a ordem na qual vai abordá-las. Outra dica para esse passo é adquirir um livro com frases de viagens e uma apostila de pré-vestibular.

Faça um plano sólido e se atenha a ele. Distribua os horários de estudo, marque em uma agenda quanto tempo levará estudando a parte teórica e quando fará uma conversação, em quanto tempo deseja aprender a língua, etc.

Agora é a hora da execução. Use técnicas de associação para solidificar a memória, estude a gramática, e pratique diariamente. Essa última é uma parte importante na hora de aprender uma nova língua. Leia em voz alta – somente dessa forma você aperfeiçoa a pronúncia - faça uma lista das palavras mais usadas na língua (facilmente encontradas em dicionários de frequência ou em listas na internet). As conversas com nativos podem ser feitas por meio de parceiros de língua ou de professores particulares.

Ainda não estou fluente, mas as pessoas ficaram surpresas com o resultado. Consigo me comunicar bem. Aumentei o nível de compreensão e a formação de frases está boa. Há algumas limitações, já que cortei alguns pontos para ganhar velocidade no aprendizado.

Segue o vídeo de uma conversa minha com uma falante nativa de espanhol, depois dos meus 30 dias de treinamento. Tire suas próprias conclusões: http://www.youtube.com/watch?v=mjEqWZXxpO4

Com esse poder à sua disposição, está esperando o que para preencher ainda mais o seu currículo e aprender uma nova língua?