quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Refúgio do Design Brasileiro | Larissa Dias destaca o diferencial do mobiliário nacional

Inspirada na qualidade do design nacional, a arquiteta Larissa Dias desenvolveu um ambiente onde a brasilidade, tema da 24º edição da Casa Cor Brasília, está presente em todos os detalhes do local. Com lançamentos diferenciados, o Refúgio do Design Brasileiro é um convite ao estilo contemporâneo e refinado – características do reconhecido trabalho da profissional, que participa da mostra pela 7ª vez.


Obras-primas de renomados designers dividem espaço nos 100m2 do ambiente. Entre eles, a poltrona Benjamin, último lançamento de Sérgio Rodrigues; além de peças assinadas por Jader Almeida, Carlos Motta, Paulo Alves, Porfírio Valadares e criações da Lattoog e Estúdio Bola, todos comercializados pela Hill House.

Dividido em duas áreas com diferenciação de piso, revestimentos e gesso, o espaço de entrada possui piso NeoBambu, ecologicamente correto, e parede com revestimento da Pasinato, ambos da Dom Gabriel. Para recepcionar os visitantes, um elegante painel vazado de cimento da Castelatto (Dom Gabriel) foi colocado na entrada junto ao jardim executado pela Replant. Para delimitar, a arquiteta utiliza o grande tapete Vicente da Avanti junto à poltrona Temes, da série Vira-Latas (Lattoog), e mobiliários de Jader Almeida, Estúdio Bola e Paulo Alves. Outro destaque fica por conta do teto, que recebe cimento branco da Microcim e revestimento de madeira executado pela Bontempo.

Na área interna, que abriga as áreas de jantar, leitura e saleta da lareira, o piso em mármore Bege Bahia bruto, da Silestone de Brasília, ocupa toda a extensão do ambiente. Em uma das paredes, um grande painel em couro ecológico da Paper House é pano de fundo para a marcenaria da Bontempo. Grandes espelhos da VidroClean também fazem parte da decoração proposta por Larissa Dias. Novamente o painel vazado de cimento da Castelatto é usado, dividindo as atenções com a chaise Joaquim, do designer Porfírio Valadares, e com o jardim vertical desenvolvido pela Replant. Uma lareira da Construflama pontua o clima aconchegante do local, que conta ainda com cestas de palha de carnaúba desenvolvidas pelos artesãos locais de Várzea Queimada (PI), projeto patrocinado pelo arquiteto Marcelo Rosenbaum.

O cenário luminotécnico do Refúgio do Design Brasileiro foi desenvolvido pela Persoluce Iluminação, com lançamentos da grife nacional Interpam e Cristina Bertolucci. Porém, o espaço conta com duas luminárias Gulliver Lilliput da Lattoog  (Hill House). Adornos da Cássio Veiga Casa, obras de arte da Expoarte e ar condicionado da Eletrofig também fazem parte da décor do local.