terça-feira, 2 de junho de 2015

Thor Batista na GQ Brasil de Junho

Em entrevista à GQ Brasil de junho, Thor Batista fala pela primeira vez sobre a queda de seu pai e  sobre um novo projeto, um energético que prolonga o orgasmo.
Thor, o primogênito de Eike Batista, falou com exclusividade à edição de junho da GQ Brasil. Em sua primeira grande entrevista desde que eclodiu a crise que derrubou os negócios de seu pai, ele afirma ter sentido com força o baque. Conta ter tomado antidepressivos de tarja preta e ter tido pensamentos suicidas e relata tardes frias e solitárias com o pai tentando dimensionar a crise e enxergar saídas.

Revelador em alguns pontos, ele se reserva o direito de não comentar –
“sob orientação dos advogados” – questões relacionadas a seu patrimônio (algo em torno de R$ 50 milhões só em imóveis), aos processos que envolvem a EBX e ao atropelamento que matou um ciclista em março de 2012.

Diretor da EBX Holding, acompanhou de perto a ascensão e queda do pai no comando do Grupo. Segundo Thor, foram momentos muito difíceis. 
“Em alguns sábados a gente recebia executivos, em outros a gente ficava sozinho, comendo cachorro-quente.”. Com 100 kg e um corpo musculoso, Thor conta sofrer preconceito por seu biótipo. “Eu trabalho até as 8 horas da noite e malho depois. Me dedico muito aos dois. Nunca fumei cigarro, não bebo. Sempre fui orientado por excelentes médicos”.

Thor fala com empolgação de seu novo projeto: um energético que promete energia física, mental e muito mais. 
“Dobra a intensidade do orgasmo. Dá uma sensação de euforia e bem-estar.”, conta. O novo empreendimento ainda precisa passar por aprovações como a da Anvisa. Eike, porém, já provou .” O efeito dura cinco horas, é bem bacana. Meu pai já experimentou.”.


Crédito: Stefano Martini