sábado, 14 de março de 2015

Exposição fotográfica “Um Novo Olhar sobre a AIDS no Brasil – Uma realidade aumentada”, em cartaz na Biblioteca Nacional de Brasília

A UNAIDS segundo seu último relatório de julho de 2014 aponta que o índice de novos infectados pelo vírus no Brasil subiu 11% entre 2005 e 2013, tendência contrária aos números globais, que apresentam queda. A falta de informação sobre o vírus, consequentemente o preconceito, faz com que as pessoas demorem a fazer testes e a procurar tratamento precocemente.

A partir dessa realidade, a ONG Amigos da Vida concebeu a exposição fotográfica “Um Novo Olhar sobre a AIDS no Brasil – Uma realidade aumentada”, sendo o retrato histórico sobre a AIDS no Brasil. O fotógrafo Gabriel Mestrochirico percorreu as cinco regiões do país fotografando homens e mulheres, jovens e pessoas da 3º idade vivendo com o HIV.

Para retratar a realidade da AIDS no Brasil em 2014, o fotografo iniciou sua imersão no Rio de Janeiro, seguindo para São Paulo, Manaus, Fortaleza, Porto Alegre e encerrando em Brasília. Foram mais de 60 fotografados e 35 selecionados pelo curador Clausem Bonifácio.

De acordo com o presidente da ONG Amigos da Vida, Christiano Ramos, por trás de cada foto há uma história de muita luta pela vida. “Nós portadores não somos apenas um porta vírus, somos pessoas com sonhos, desejos e sentimentos, e que podemos viver em pé de igualdade com todo mundo”, reforça Christiano, portador do HIV há 29 anos e reconhecido em todo o país como um importante ativista da luta contra a AIDS e com reconhecimentos aos serviços e cuidados prestados às famílias impactadas pela AIDS.

O impacto social causado pela AIDS é abordado, delicadamente, como ponto principal da exposição e a tecnologia aproxima e desperta a curiosidade do público. Além das fotos expostas, um aplicativo poderá ser baixado para celulares e tablets para a ativação da realidade aumentada.




Serviço:
Um Novo Olhar sobre a AIDS no Brasil – Uma realidade aumentada
Aberta ao público até o final de abril
Biblioteca Nacional de Brasília
De segunda a sexta-feira - das 8h às 19h45
Sábados e domingos: das 8h às 14h.