sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Eixo Brasília

Na última semana foi criado na capital o Grupo Eixo Brasília. Com o objetivo de pensar a arquitetura, trocar colaborações e experiências, e levar ao conhecimento do máximo de pessoas a extensa produção de qualidade feita por profissionais da cidade, o grupo já nasce forte, com a participação de escritórios relevantes. Em comum, a paixão por Brasília, e a consciência de que arquitetura e urbanismo da capital do país é um legado para quem vive essa profissão.

Idealizado pela arquiteta Ana Paula Barros, com a colaboração de Igor Campos e Gustavo Abrahão Costa, o grupo Eixo Brasília é composto pelos escritório s Ana Paula Barros Arquitetura, Todo, MRGB, ArqBr, Atria, 1:1, Carpaneda Nasr, Bora, BeP, Renata Dutra Arquitetura e Ney Lima Arquitetura. “A princípio, tive a ideia de criar o grupo para participarmos de grandes concursos, mas como todos amam o que fazem, o projeto foi além. Os escritórios abarcam três gerações de arquitetos, o que proporciona um campo de discussão muito bom. O entusiasmo é grande”, afirma Ana Paula.

O primeiro evento, uma grande mesa redonda, aconteceu num fim de tarde no escritório Atria, e contou com a participação de dois expoentes da profissão e, desde já apoiadores do projeto: os arquitetos Sergio Parada e Paulo Henrique Paranhos. Dali, o grupo já agendou novos encontros e sugeriu a realização de eventos.

O Eixo Brasília já tem agendado para o dia 26 de fevereiro um evento no Casa Park. Destinada ao público em geral, profissionais do ramo e estudantes de arquitetura e urbanismo, os escritórios Sergio Parada, Paulo Henrique Paranhos, MRGB, ArqBr e Atria ministrarão palestra sobre grandes concursos de arquitetura e sua participação neles. Apresentarão trabalhos premiados e discutirão as possibilidades apresetnadas no mundo neste campo.

O Grupo também está se dedicando à criação de projetos para competir no concurso Molewa (Mont Lu Estate of World Architecture), que propõe aos participantes criar projetos para uma área na cidade de Huyayan, na China. São 16 lotes para 16 edifícios comerciais e residenciais, sendo 13 desses projetos destinados em concurso. No mês de abril, o Eixo Brasília também realizará uma exposição para apresentar os projetos desenvolvidos para o concurso Molewa. Na ocasião será oferecido um coquetel.





Ana Paula Barros Arquitetura
SHIS QI 9/11 Bloco L loja 4
(061) 3248 7933
Brasília - DF