terça-feira, 6 de maio de 2014

Morador de Brasília será o Árbitro Brasileiro na Copa do Mundo

Sandro Meira Ricci representará a tradicional escola brasileira de juízes de futebol no mais importante torneio do esporte e escolheu a Bodytech para seus treinamentos
O mineiro Sandro Ricci, que desde a infância vive em Brasília, fez o curso de arbitragem de futebol no Distrito Federal e ingressou na CBF em 2006. Tornou-se aspirante à FIFA em 2009 e passou para o quadro internacional da entidade em 2011.
No começo deste ano, o economista e funcionário público, casado e pai de duas filhas, recebeu a notícia de que, juntamente com a dupla de assistentes Emerson Carvalho e Marcelo Van Gasse, representaria a arbitragem brasileira, das mais tradicionais escolas, na Copa do Mundo de 2014.

Sandro é, há três anos, o árbitro brasileiro com o maior número de atuações internacionais. Ao todo, foram 40 partidas: quatro pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo; duas pelo Mundial de Clubes da FIFA no Marrocos; quatro pela Copa do Mundo Sub20 na Turquia; 13 pela Copa Libertadores da América; nove pela Copa Sul-Americana; quatro pelo Campeonato Sul-Americano Sub20 na Argentina; duas pela Copa Libertadores Sub20 no Peru e duas pelo Campeonato Sul-Americano Sub15 no Uruguai.

Em 2010, Sandro foi escolhido o melhor árbitro do Campeonato Brasileiro e ficou em terceiro lugar na edição do torneio de 2011. Em 2013, levou o título de melhor árbitro do Campeonato Pernambucano, distinção que recebeu novamente, na semana passada, graças à repetição do bom desempenho na edição deste ano do torneio.

Formado em ciências econômicas pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em comércio exterior, desde 2003 trabalha como servidor público federal da carreira de analista de comércio exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Sandro, além do português, é fluente em inglês, italiano e espanhol. O árbitro comemora a oportunidade de atuar na Copa como grande passo na carreira e não vê a hora de entrar em campo. 
“Tenho consciência da importância de um evento como a Copa do Mundo e me empenho para chegar no torneio na plenitude das minhas condições”, comenta.

Na Body Tech, Sandro seguirá plano de treinamento que prevê atividades para quase todos os dias. Serão, alternadamente, exercícios e anaeróbicos, na academia, e aeróbicos, no campo vizinho ao prédio. Estão previstos também trabalhos de recuperação da musculatura por meio de hidromassagem e sauna. 
“Durante uma partida, a exigência é grande, tanto para o jogador quanto para o árbitro, e o condicionamento físico é determinante para uma boa atuação”, explica.

Equipamentos, corpo técnico e localização influenciaram a decisão de Sandro sobre onde se preparar para os jogos da Copa. 
“A Body Tech me oferece a estrutura necessária para que eu chegue bem no início do torneio, em condições de atuar em quantos jogos for necessário”, explica – os árbitros só saberão da sua escalação três dias antes das partidas. “Além disso, a extensa rede, presente nas principais cidades do Brasil, permitirá que, mesmo com muitas viagens, não haja descontinuidade nessa preparação.”




Serviço:
Bodytech Sudoeste
EQSW 301/302 Lote 3
(61) 3327-2822

Bodytech Lago Sul
SCES- Trecho 02- Conjunto 36- Parte A 101— Ícone Parque
(61) 3224-4149

Bodytech Lago Norte
Shopping Iguatemi Brasília
(61) 3468-1101
Brasília-DF