quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

GQ de dezembro elege os principais brasileiros do ano

Homenageados Pelé, Wagner Moura, Matheus Solano e Maria Casadevall estão em quatro diferentes capas. São perfis de pessoas com grandes histórias de vida e realizações, para inspirar os leitores em 2014.
A revista GQ comemora sua edição de dezembro com quatro diferentes capas, nas quais traz as personalidades mais importantes do Brasil em 2013. Os títulos foram entregues em uma cerimônia de premiação que aconteceu no Copacabana Palace na segunda-feira, 2/12, no Rio de Janeiro. A edição traz os principais destaques em diversas áreas do país. Gente que é movida por uma mistura de amor, curiosidade e ousadia, estilo e humor. A ideia da revista é ser uma inspiração para seus leitores ao longo de 2014, com suas histórias de vida e realizações.
Maria Casadevall foi eleita a "Mulher do Ano" e posou para um ensaio sensual. A atriz também falou à revista sobre como está se acostumando com a fama, já que o papel em "Amor à Vida" a transformou em uma estrela nacional, com direito a boatos sobre um possível relacionamento com Caio Castro. "A partir do momento em que virei essa esquina (a televisão) sabia que uma parte da minha vida se tornaria bem pública. Com essa parte as pessoas fazem o que quiserem, mas o que é mentira não se sustenta", afirma.

Matheus Solano, vencedor da categoria Televisão, também posou para a GQ e falou sobre a experiência de interpretar o vilão Félix, um dos mais aclamados dos últimos tempos. "O vilão é mais divertido porque tem duas, três, quatro caras e faz com que o ator acabe ganhando vários personagens dentro de apenas um", disse.

O prêmio de Cinema foi para Wagner Moura, que em 2013 deu seu primeiro passo em Hollywood. Ainda assim, o ator mantém a tranquilidade ao comentar tanto sucesso. "Não acho que cheguei a lugar algum. Estou quem nem todos nós, caminhando, tentando entender perguntas que não tem resposta", disse.

O grande homenageado do ano é Pelé, que recebeu a equipe da revista para uma entrevista e fotos na cobertura onde mora, no 20º andar, de um prédio no Jardins, em São Paulo. O Rei do Futebol, “cuja maior virtude é, justamente, a imodéstia absoluta”, como escreveu Nelson Rodrigues, durante o papo confessou: “quando estou no exterior saio a pé e vejo quanto tempo demora pra me reconhecerem. No máximo dois minutos”. Pelé também revelou que prefere assistir aos jogos da Copa do Mundo em casa: “Terei esse papel (de embaixador do Brasil) até a Copa, mas quero ver se faço só a abertura e a final. Se der, vou assistir aos jogos pela televisão. Sofro muito nos estádios.”

Também foram premiados Porta dos Fundos como a grande revelação de 2013, Luiz Felipe Scolari (Esporte), Daniel Redondo, (Gastronomia), Oscar Metsavaht (Moda Nacional), Naldo Benny (Música), Paulo Herkenhoff, diretor do novo Museu de Arte do Rio (MAR), das artes, Alexandre Birman, da Arezzo, do empreendedorismo e Henrique Prata, diretor geral do hospital do câncer de Barretos, da Responsabilidade Social.

Há ainda premiados na moda internacional (Kim Jones, à frente da Louis Vuitton), no design (irmãos Campana) e o título para Lapo Elkann de personalidade internacional.

Créditos das imagens:
Pelé: Maurício Nahas
Maria Casadevall: Rodrigo Marques
Matheus Solano: Fê Pinheiro
Wagner Moura: Fernando Young