quinta-feira, 28 de julho de 2011

Quasar Cia de Dança estreia Tão Próximo na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro, em Brasília

As relações com o outro inspiram o espetáculo Tão Próximo, a vigésima segunda criação do coreógrafo Henrique Rodovalho para o grupo goiano Quasar Cia de Dança. O fascínio pelo entendimento das propriedades dos relacionamentos, trouxe reflexões acerca do território limítrofe entre a convivência social e a intimidade com as pessoas que nos cercam, sejam elas conhecidas ou não.

.
Esta estreia e a Quasar Cia de Dança contam com o patrocínio da Petrobras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. A Belcar Caminhões também é nossa patrocinadora, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Em sua concepção, o novo trabalho de Henrique Rodovalho questiona que distância é essa existente entre as pessoas e até que ponto devemos nos aproximar, fazendo opção pela ruptura de barreiras. Egoísmo e altruísmo também entram em discussão quando a aproximação consumada pode tanto fazer bem quanto mal para o próximo e pode tanto fazer bem quanto mal para nós mesmos. “No processo criativo, as relações mais óbvias já não me interessavam. Me instigou mais pensar sobre os mistérios e as incertezas”, afirma o coreógrafo.


A fisicalidade que tornou a Quasar Cia de Dança uma das mais importantes do Brasil, com reconhecimento internacional, está presente em Tão Próximo, sobrepondo-se a conceitos e narrativas. Todas as coreografias foram criadas a partir das possibilidades de relação com o outro, terminando por se consumar em contato corporal. Portanto, do começo ao fim não há solos. “As pessoas estão se tocando o tempo todo em busca de forma de expressão, conta Rodovalho.

Como pouco interessou ao processo criativo as definições em torno da natureza dos relacionamentos - que dão origem à movimentação dos bailarinos - toda tentativa de cristalização acaba provocando transformações e a busca de novas possibilidades. Em cena, o coreógrafo apresenta pessoas comuns, modificadas pela intensidade dos sentimentos que as atravessam à medida que constroem e desconstroem relações.

Para Rodovalho, além do entendimento sobre as nuances do contato com o outro, também estimulou o trabalho os impactos dessa discussão no exercício da criação coreográfica. Ele conta que, ao longo de 22 anos, vem concebendo de forma autônoma coreografias que em seguida vão encontrando seu lugar no espetáculo a partir de um trabalho de dramaturgia e de direção artística. Mas desta vez foi diferente: “Como em um plano sequência, uma coisa foi desenvolvendo a outra e a possibilidade de continuidade do movimento me interessou muito mais do que a interrupção”, descreve.

O cenário concebido pelo próprio Rodovalho tem como elemento principal uma manta de pelúcia, que reveste todo o palco com sutilezas, revelando em alguns momentos objetos que, ao interferirem nas relações em curso, deflagram, potencializam e expõem emoções. Essa “pele” onde dançam os bailarinos pode sugerir sensações diversas: intimidade, conforto, aquecimento, luxúria.

Henrique Rodovalho também assina o desenho de luz e utiliza o palco totalmente aberto para que a iluminação possa recortar o espaço e propor ambientes focados, permitindo que o público se “aproxime da cena”. O figurino é de Cássio Brasil, que já vem trabalhando com a companhia desde 2005, e que agora propõe a valorização da pele exposta, em contraste com peças de látex preto. O material escolhido, liso e colante, surge em oposição ao piso, que tem textura e volume.

A trilha sonora tem como destaque as batidas eletrônicas, criadas pelo alemão Hendrik Lorenzen especialmente para o espetáculo, além da mixagem de músicas de Propellerheads e Naná Vasconcelos.


Serviço:
Tão Próximo (estréia)
13 e 14 de agosto 2011 (sábado – 21h / domingo – 20h)
Teatro Nacional Cláudio Santoro – Sala Villa-Lobos
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia-entrada)

Descontos - 50% de desconto para estudantes com carteirinha, idosos acima de 60 anos, força de trabalho da Petrobras, devidamente identificada pelo crachá, e clientes do cartão Petrobras.

Promoção - Os primeiros 300 ingressos(inteira) vendidos acompanham um DVD do espetáculo "Por instantes de Felicidade", comemorativo dos 20 anos da quasar Cia de Dança.

Local de venda: a partir do dia 09 de agosto
Bilheteria do Teatro Nacional Cláudio Santoro
(Setor Cultural Norte, Via N2)


Nos dias dos espetáculos os ingressos também serão vendidos na bilheteria do Teatro.

Ficha Técnica
Espetáculo: Tão próximo
Direção artística e coreografia: Henrique Rodovalho
Direção geral: Vera Bicalho
Direção de Ensaio: Daniel Calvet
Bailarinos: Andrey Alves, Carolina Ribeiro, Fernando Martins, João Paulo Gross, Marcos Buiati, Martha Cano, Paula Machado, Valeska Gonçalves
Bailarina estagiária: Gabriela Marquez


Professores:
Ballet clássico - Tassiana Stacciarini
Dança contemporânea – Marcos Buiati
Pilates - Giselle Rodrigues (Studio Balance)
Yoga - Valeska Gonçalves

Trilha sonora: Hendrik Lorenzen
Figurino: Cássio Brasil
Cenário: Henrique Rodovalho
Desenho de luz: Henrique Rodovalho
Montagem e operação de luz: Sérgio Galvão
Cenotecnia: Mateus Dutra

Produção: Giselle Carvalho e Dani Baleeiro
Fotografia: Lu Barcelos (Chocolate Fotografias)
Desing gráfico: Fernanda Machado
Projetos internacionais: Larissa Mundim
Gerência financeira: Renatta Kelly Silva
Assessoria de Fitness: Athletics Sports e Studio Balance
Fisioterapia: Adriano Bittar
Médico Ortopedista: Dr. Samuel Diniz Filho
Nutricionista: Dra. Ana Carolina Quireze